“Sou um novo cara, transformado por Deus”

Foto: Reprodução Web

É o depoimento do França, ex-jogador do Palmeiras. Ele abriu seu coração e contou como a fé o ajudou a se livrar do álcool. “Sou um homem transformado por Deus, diz.

Welington Wildy Muniz dos Santos, conhecido como França, 27 anos. Uma carreira promissora no futebol, mas quase colocou tudo a perder por conta do alcoolismo. Mas um encontro com Deus tudo mudou.

Ex-jogador de clubes como Palmeiras, Figueirense e atual Inter de Limeira, falou sobre sua conversão em uma entrevista divulgada pelo UOL Esporte. Nela, ele abriu o coração sobre seu antigo vício do álcool e de sua conversão.

“Eu bebia demais, não tinha limite. Eu bebia até o outro dia. É uma coisa que não combina com jogador de futebol. Jogador não, com atleta. Na verdade, jogador de futebol tem bastante, atletas são poucos, então isso não combinava e acabava que eu não treinava, me machucava, não acordava para ir aos treinos. Isso foi me prejudicando bastante. Quando joguei no Palmeiras, estava com 23 anos, novo, e nunca tinha vivido aquilo. Um time grande, toda mídia, recebia convite toda hora. Acabei não tendo uma estrutura familiar perto de mim e me complicando nesta trajetória”, contou.

Em 2014, o jogador se afundou no vício do álcool, acumulou uma série de polêmicas que mancharam sua imagem. Mas em 2018 conheceu o evangelho, se converteu e se batizou. França se declara ser um novo homem.

“Me converti no final do ano passado e estou muito feliz por isso. Claro que tenho esse sonho, até porque se eu fizer um bom campeonato tenho certeza que volto para um time grande. Agora, se não tiver oportunidade, vou ficar. Eu sou um homem transformado por Deus. Se eu fosse mentir para você, eu estaria pecando. Hoje sou um novo cara. Aquele velho França morreu, não existe mais. A conversão me fez tomar decisões melhores. Não sou mais de brigar, isso ficou no passado”, contou ele em entrevista ao UOL Esportes.

Carreira e futuro

França atua como volante. Ingressou na carreira de futebol aos 13 anos. Já passou por times como Noroeste, Coritiba, Criciúma, Hannover (Alemanha), Palmeiras, Figueirense e hoje veste a camisa do Inter de Limeira, no interior de São Paulo.

“Só tenho que agradecer à Inter de Limeira pela oportunidade de estar jogando, de o pessoal estar lembrando de mim, me procurando. Hoje estou longe de confusão, até mesmo dentro de campo. Aquele meu jeito… não sou mais, isso ficou no passado – afirmou.

Ele revela que tem sonhos. “O meu objetivo, se Deus quiser, é subir a Inter de Limeira e mais para frente voltar para um time grande, porque eu sei que ainda tenho muito a jogar, completa França, que é pai de duas meninas e está prestes a ter mais um filho com a esposa”, concluiu.

*Com informações de Uol Esportes


Leia mais

Campeão do Mundo, Paulo Sérgio fala dos Atletas de Cristo
Ex-jogador da seleção brasileira de futebol dá testemunho de Fé
Testemunhos de jogadores impactam vidas na Ucrânia

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!