Não abra mão da direção!

Que estamos vivendo dias especiais, todos sabemos, mas o que muitos não sabem é: o que fazer nesses “dias especiais”.

A vida é semelhante aqueles que dependem do ônibus para se locomover. Uns são os “motoristas”, ou seja, sabe qual é o caminho e segue levando todos ao seu destino. Outros são meros passageiros, que, mesmo sabendo para onde quer ir, não tem o menor controle da viagem. Se a viagem for rápida ou se demorar, o jeito é deixar nas mãos de Deus (ou do motorista). Há aqueles que sequer embarcam, ficam no ponto, quem sabe aguardando um outro ônibus mais vazio ou que melhor lhe agrade. Onde você está? Até porque, dependendo de onde estiver, suas atitudes podem fazer diferença.

O jeito brasileiro nos ensina a deixar a vida te levar, que não importa por onde o ônibus anda, nem a velocidade que vai. Parece que nossa presença no ônibus é mero acaso, e, qualquer mudança na direção não vai fazer diferença. Mentira, exceto se você ainda nem embarcou, ai você está fora da história! Nossa liderança são os “motoristas” que querem que você entre no ônibus e sequer saiba onde ele vai parar e querem te convencer a deixá-los nos levar onde querem. Não! Quem define a direção é quem está pagando a passagem.

Por mais que nossas lideranças sejam sinceras, muitas estão fora daquilo que Deus estabeleceu como princípio básico e quem tem autoridade e autonomia para mudar, somos nós, que estamos pagando a passagem e conhecemos a vontade de Deus. Não podemos abdicar do direito de ver a nação ou a igreja ir na direção do porto seguro. É obrigação nossa!

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!