2018

O que esperar de 2018?

Vai ser bom ou ruim? Confesso que ainda não consegui achar uma resposta convincente para essa pergunta. Por isso resolvi compartilhar aos meus leitores, o que eles acham e me ajudem a encontrar uma resposta nesta altura do campeonato.

Mas antes que você dê uma resposta precipitada, quero lhe dar algumas informações relevantes: 1) teremos neste ano (dependendo do estado) 16 feriados que resultarão no “enforcamento” de alguns dias de trabalho, ou seja, pode descontar pelo menos 30 dias em que o país vai andar meio de lado. 2) Teremos 31 dias de copa do mundo de futebol (14/06 a 15/07). Mais 31 dias andando agora, pro outro lado. 3) Teremos eleição para deputados, senadores, governadores e presidente … serão 90 dias andando, pra não sei que lado (espero que não seja pro lado do brejo). Que vai sobrar neste ano?

Creio que Paulo estava mais ou menos com este dilema quando no final de sua carta a igreja de Roma, suspira e diz: se vivemos … para o Senhor vivemos; se morremos … para o Senhor morremos (Rm 14:8), ou seja, Paulo diz não saber pra que lado a roda vai rodar, se é que vai rodar, se pra frente ou para trás, mas isso não importava, pois de qualquer forma, o mais importante era que estaria com o Senhor. Que venha 2018, mas que vai ser um “Deus nos acuda”, isso vai ser.

Pr. José Ernesto Conti


A matéria acima é uma republicação da Revista Comunhão. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi escrita.

Compartilhe