Diplomatas dos EUA são expulsos da Venezuela

Todd Robinson, diplomata dos EUA que foi expulso da Venezuela. Foto: Reprodução Web

Expulsão foi motivada depois que Trump aplicou novas sanções econômicas à Venezuela. Mas os EUA prometem dar a resposta.

Nesta quarta-feira (23) os Estados Unidos afirmaram que a Venezuela terá uma “rápida resposta” após expulsão de diplomatas americanos de Caracas. “Essa provocação será atendida com uma rápida resposta. Vamos continuar a pressionar ao regime ilegítimo da Venezuela até que a democracia seja restabelecida”, disse o vice-presidente Mike Pence, pelo Twitter.

A expulsão dos diplomatas dos EUA foi nesta terça-feira (22). Maduro declarou para Todd Robinson e Brian Naranjo, ambos da embaixada norte americana, que eles tinham 48 horas para deixar o país. A atitude do chefe venezuelano foi movida após divulgação de novas sanções econômicas dos EUA contra o país.

Maduro recebeu 58% dos votos na eleição deste domingo. Mas as eleições foi marcada por denúncias de fraude, tentativa de boicote da oposição. E teve a abstenção de 54% e falta de reconhecimento por grande parte da comunidade internacional.

*Com informações do G1


Leia mais

Pós reeleição, EUA impõem sanções econômicas à Venezuela
Venezuela – Eleições são contestadas por 14 países

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!