#ELENÃO

Em toda a história, creio que nunca houve um homem tão rejeitado quanto Cristo. João nos informa que Ele “veio para o que era seu, e os seus não o receberam” (Jo 1:11). Em outra oportunidade Jesus, olhando Jerusalém do alto disse “Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes!” (Mt 23:37). O profeta Isaías nos garante que ele “era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens” (Is 53:3). Teria merecido Jesus esse epíteto do homem mais rejeitado do mundo?

Depende do ponto de vista que você vê a pessoa de Cristo. Do ponto de vista de quem é pecador, chafurdado na lama do pecado, quanto mais longe de Cristo, melhor. A rejeição é fruto da nossa inimizade e indisposição com a santidade de Cristo, por isso a recomendação de Deus: sede santos! Está aqui uma das maiores necessidades do cristão, razão da sobrevivência, da vida como ela deve ser. Quanto menos santo, mais rejeitamos Cristo e as coisas de Cristo, quanto mais santos, mas buscamos nos aproximar Dele.

Percebemos isso em nossas igrejas. Quando um membro começa a faltar, vir aos cultos esporadicamente, chegar atrasado, sair cedo, ficar sem ambiente na igreja ou então começa a reclamar de tudo e de todos, nada mais o agrada na igreja, pode verificar: ele está perdendo a santidade para o pecado! Daí para o mundo … é só uma questão de tempo.


Leia mais

A VOZ DO POVO NÃO É A VOZ DE DEUS!

Compartilhe

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!