Eleições causam mudanças no início do horário de verão

Foto: Reprodução

Após o Enem ser um dos motivos apontados pela mudança do horário de verão, é a vez das eleições terem sua participação nessa alteração

Tradicionalmente, o horário de verão começa no terceiro domingo de outubro. Entretanto, neste ano, ele começará a meia noite do dia 04 de novembro. E ao que tudo indica, as eleições também vão causar mudanças no cronograma.

Vale lembrar que, com 15 dias a menos, o novo horário durará cerca de três meses, até o dia 06 de fevereiro de 2019. Mas é possível que essa data ainda sofra modificações.

A decisão surgiu após a solicitação do ministro Gilmar Mendes, então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao presidente Michel Temer para adiar o horário de verão para que não houvesse impacto durante as eleições.

A expectativa é de que a mudança agilize a apuração dos votos, pois a diferença de fuso horário em relação a Brasília, continuará sendo de duas horas e não de três horas, como ocorre a partir da entrada em vigor do horário de verão.

ESTADOS

Municípios como o Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e do Distrito Federal adiantam em uma hora o relógio.

O leste do Amazonas, Roraima e Rondônia deixam o relógio atrasado em duas horas em relação a Brasília, enquanto Acre e parte oeste do Amazonas atrasam o relógio em três horas em relação ao horário oficial do país.

Enem

As datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram marcadas para os dias 04 e 11 de novembro. A previsão de duração das provas será de 5 horas e 30 minutos e a abertura dos portões será às 12 horas e o fechamento, às 13 horas.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!