Eleições 2016: ES não registra nenhum incidente grave

Até as 14 horas deste domingo (02), foram registradas 11 detenções na Grande Vitória e 26 no interior do Estado.

Encerradas as eleições 2016, a expectativa é de que em mais um ano o Espírito Santo seja um dos primeiros estados a encerrar a apuração dos votos, por volta das 21 horas, mas na maioria dos municípios até as 20 horas. O boletim preliminar do TRE e da Polícia Federal, lançado às 14 horas, registrava 11 detenções na Grande Vitória e 26 no interior do Estado, todas pelo crime de “boca de urna”, artigo 3º, § 5º da Lei 9.504/97, conforme fotos liberadas pela PF. Todos os candidatos a prefeito da GV votaram pela manhã.

A manhã de votação das Eleições 2016 em quase todo o Estado foi marcada por tempo bastante fechado, com 11 detenções registradas até as 14 horas na Grande Vitória, e 26 no interior do Espírito Santo, em um total de ocorrências policiais atendidas e encerradas, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Até as 12h30, todos os candidatos a prefeito da Grande Vitória haviam votado, acompanhados da família. O atual prefeito de Vitória Luciano Rezende (PPS) votou às 10h, na Escola São Domingos, em Bento Ferreira, ao lado da esposa e filhos; Amaro Neto (SD) votou no mesmo horário que Luciano e no mesmo local. Lelo Coimba (PMDB) votou às 9h, no Colégio Charles Darwin, na Mata da Praia; Perly Cipriano (PT), às 10h30, na Escola Otacílio Lomba, em Maruípe; e André Moreira (PSOL) votou por volta das 8h30, no Colégio Renovação, em Jardim Camburi.


Luciano Rezende

Em Vila Velha, o prefeito Rodney Miranda (DEM) votou às 10h38, no Centro Educacional Carlos Messina, na Praia da Costa; Max Filho (PSDB) às 9h, no Colégio Marista, no Centro; Neucimar Fraga (PSD) às 10h, no Colégio Cândido Marinho, no bairro Soteco.


Prefeito Rodney Miranda

Na Serra, o prefeito Audifax Barcelos votou às 12h30, na Escola Serra Sede, no bairro de mesmo nome; e Sérgio Vidigal (PDT) votou às 11h, na Escola Jacaraípe, no bairro Jardim Atlântico, Serra Sede. Em Cariacica, o prefeito Juninho (PPS) votou às 8h30, no Colégio Cenecista de Campo Grande (CNEC), em Campo Grande; Marcelo Santos (PMDB) votou às 10h23, no Colégio Talma Sarmento de Miranda, no bairro São Geraldo. Em Viana, prefeito Gilson Daniel Votou às 10h na Emef Euzelia Lira, em Areinha.


Prefeito Gilson Daniel

O governador Paulo Hartung votou na escola Álvaro de Castro Mattos, em Jardim da Penha, Vitória. Após votar, o governador Paulo Hartung atendeu a imprensa e falou sobre o processo eleitoral deste ano destacando a falta de interesse da população. Hartung comentou o sistema de financiamento eleitoral e ressaltou que os gestores municipais, eleitos e reeleitos, terão que implementar uma política de austeridade fiscal para adequar os municípios a realidade do país. Confira o áudio na íntegra.


Governador Paulo Hartung

Ao todo, 28 urnas eletrônicas apresentaram defeito e foram substituídas em todo o Estado, até as 12h30, segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), em um total de 35 ocorrências registradas. Os equipamentos que não precisaram ser substituídos apresentaram ocorrências – “leves e moderadas” – como troca de bateria e bobina.

Cerca de 2,7 milhões de eleitores do Espírito Santo deveriam comparecer às urnas neste domingo (2) para fazer a escolha dos vereadores e dos prefeitos pelos próximos quatro anos.

Somente no Rio de Janeiro e no Maranhão foram registrados incidentes graves, com violência. E na avaliação do ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE, esses fatos refletem a crise de segurança pública que vive o país. Até as 13h30, em todo o país, foram substituídas 1635 urnas, registradas 907 ocorrências, sendo 357 prisões por crime de boca de urna e, desse total, 60 pessoas eram candidatas.