Porque Deus permite o sofrimento e o mal?

Foto ilustrativa

É a pergunta mais comum que você vai ouvir de um incrédulo ou alguém que questiona sua fé. 

Como cristãos, muitos questionam se a fé é mais forte que as dúvidas e se há razão para isso. A primeira resposta para o sofrimento na terra é o livre arbítrio. O homem tem poder para decidir por conta própria. O mal e o sofrimento são uma conseqüência direta do pecado, que foi o ato do homem em primeiro lugar quando Adão desobedeceu a Deus em Gênesis.

Mesmo que Deus saiba o que acontecerá se o crente fizer a escolha errada, Ele não poderá simplesmente intervir. O mal e o sofrimento existem para que o crente possa se apoiar em deus e usar o livre-arbítrio e tomar as decisões certas.

O mundo é mal

No começo, nosso mundo era perfeito. Mas quando o pecado veio no caminho, o mundo imediatamente se tornou corrupto e iníquo. Com o passar do tempo, o mundo ficou ainda mais corrupto e perverso. Simplificando, o mundo em que vivemos agora é mal.

Deus é o único caminho

O que significa quando dizemos que Deus nos ama? Isso significa que a obrigação de Deus é nos manter felizes e nos permitir viver confortavelmente? Deus é como nossos pais. Eles nos amam, mas eles não nos estragam. Deus nos deixa passar por circunstâncias difíceis, porque de certa forma, Ele quer que você saiba mais sobre Ele e O ame, apesar do que você está passando.

O mal e o sofrimento não acabarão a menos que Deus volte para nos salvar. Mas até então, vamos lutar o bom combate sabendo que Deus está do nosso lado. Existem razões pelas quais sofremos, mas mesmo que não saibamos quais são essas razões, temos que confiar e crer que Deus planejou dessa maneira para um propósito muito mais elevado do que todos nós podemos pensar.
Azálea Pena – Com informações de Christian Today

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!