Como demonstrar o amor de Cristo em meio a desastres?

Pergunta anônima

Estamos vivendo dias em que a compaixão é aquilo que precisa nos mover. No livro de Marcos 10:42-43, nos diz que Jesus nutria esse sentimento pelo próximo, pelo povo; entendia as dores alheias.

Quando Ele entra naquele barco, afasta-se da terra e olha para aquela cidade, compadece daquela gente. É isso que devemos fazer. Existem pessoas que estão sofrendo, e o nosso papel como Igreja é abraçar e cuidar delas em amor e com amor.

É a compaixão que desperta muitos voluntários a ser solidários. Quem conheceu o poder do Messias teve sua vida mudada. O cego passou a ver e recebeu uma nova identidade e uma nova vida, porque o Cordeiro de Deus teve compaixão e restaurou-lhe a visão. Houve cura física, emocional e espiritual. E o homem saiu saltando e acompanhando o Mestre.

O nosso papel é apresentar Cristo e contribuir para que vidas sejam restauradas. Somos chamados para fora dos templos para ser Igreja no sentido real das pessoas.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!