Craig Hill ensina como superar os conflitos


“A maneira de entender a Bíblia é ler a Bíblia, e fazer o que ela diz. É muito mais simples do que a maioria das pessoas pensa”

Ao participar do Café de Comunhão, apresentando uma palestra para pastores sobre como garantir a prosperidade dos filhos em todas as áreas, o pastor americano Craig Hill, criador do Ministério Veredas Antigas da Universidade da Família (UDF) e fundador da Foundation Family Internacional, nos Estados Unidos, falou à Comunhão sobre o que fazer para direcionar bem a vida da “prole” e mudar o temperamento de seus integrantes mais rebeldes. Para ele, o princípio é abençoar a vida dos filhos com muito amor, autocontrole e analisando como Deus trataria cada situação de conflito. Essa seria a melhor maneira para que alcancem uma vida próspera.

Fale um pouco sobre o Ministério Veredas Antigas e como surgiu essa ideia.
“Veredas Antigas” vem da Palavra de Deus, de um texto em Jeremias, capítulo 6, versículo 16: “Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas; mas eles dizem: Não andaremos nele”. Quando li esse texto, fiquei muito interessado por ele, porque percebi que em muitas famílias a alma não está em descanso, nem do pai, nem da mãe ou dos filhos: há muito conflito. E esse texto diz que quando você encontrar as veredas antigas de Deus haverá alento para a sua alma. Aí eu comecei a estudar. E o que significa vereda antiga? E eu fiquei atento à palavra antiga, que no hebraico é a palavra “olam”, que não significa apenas velho ou antiquado; na verdade significa eterno, fora do tempo, perpétuo. Então comecei a entender que essas veredas antigas são os caminhos de Deus que fazem com que a vida funcione. Podemos comparar com a lei da gravidade, porque ela é universal, afeta a todos da mesma forma, não importa se é um cristão, um judeu, um muçulmano, um ateu. Se alguém falar que não crê na gravidade, não importa, ela acredita nessa pessoa. Se alguém pisar para fora de um penhasco, vai cair. Por quê? Porque é universal. Afeta a todos da mesma forma. No mundo físico isso é uma vereda antiga. Nós temos os mesmos princípios que Deus criou. Se você quer ter uma vida completa, siga os princípios que governam o casamento, como criar os filhos, como gerenciar seu dinheiro, viver uma vida longa e saudável. Se compreendê-los e segui-los, sua vida vai prosperar, mas se você não entender esses princípios e os violar, da mesma forma que você viola a gravidade vai trazer dor a si mesmo. Se você viola os princípios, encurta sua vida rapidamente. A nossa sociedade tem se afastado cada vez mais dessas veredas antigas.

Então as pessoas saem do caminho que Deus determinou para elas?
Podemos ilustrar da seguinte maneira: há 100 anos havia um navio de guerra no oceano, antes da comunicação via rádio, e eles se comunicavam através de sinais de luz. O vigia que fazia os sinais disse ao capitão: há uma luz logo à nossa frente.

E o capitão: Ela está se movendo para o lado ou está numa posição constante?

E o vigia disse: Ela está constante, está parada.

E o capitão falou: Isso significa que estamos no curso de colisão com outro navio. Então envie um sinal de luz dizendo que estamos num curso muito perigoso e diga ao outro que mude seu curso em 20 graus. Então veio um sinal de volta do estaleiro dizendo: Não vamos mudar, você mude 20 graus.E o capitão disse: Eu sou um capitão, você mude 20 graus.

E o sinal responde: Eu sou um marinheiro de segunda classe. Você mude seu curso 20 graus.

O capitão ficou furioso e disse: Envie um sinal dizendo que temos um navio de guerra, o maior de toda a frota. Mude seu curso 20 graus.

E o sinal voltou dizendo: Eu sou um farol. Nós vamos mudar de curso? Não tem como.

Então podemos entender que, quando você vê uma luz, se é um farol, é você quem tem mudar seu curso. Na nossa sociedade temos a Bíblia, e muitas pessoas dizem para a Palavra de Deus: mude, porque queremos conduzir nossa vida da nossa maneira. Mas se você continuar a conduzir a sua vida em direção ao farol, mandando que ele mude, você vai destruir a sociedade nas pedras. Estamos tentando fazer o farol sair do lugar, o farol das veredas antigas, os princípios de Deus que nunca mudam. Você pode querer que mudem, mas não vão mudar, porque são princípios tal qual a gravidade, imutáveis.

As famílias estão querendo seguir suas próprias decisões e iniciativas, não ouvem mais a Deus?
Quero dizer que todos têm suas escolhas. Ensinamos às famílias, não queremos forçar ninguém a nada ou para viver de uma maneira em particular. As pessoas podem viver como quiserem. É como falei sobre a gravidade: se alguém pular de um prédio, vai se machucar, mas você não pode forçar alguém a não pular. Assim é com a questão da direção divina. Deus nos diz: casamento funciona da seguinte maneira e se você quer ter uma ótima união, siga os Meus princípios, mas ninguém vai o forçar, é a sua escolha. A Bíblia é como o manual do fabricante do seu carro, que lhe dá sugestões da maneira correta de operá-lo de forma otimizada. O livro diz: use gasolina. Mas você fala que o diesel é mais barato e decide trocar. É a sua escolha, mas vai destruir seu motor, é melhor seguir a recomendação do fabricante. Então, o manual de Deus tem explicações para o casamento, para a família, para os filhos. As pessoas fazem perguntas o tempo todo: podemos mudar a maneira de fazer isso? Deus falou que o casamento é entre um homem e uma mulher para a vida toda. Posso mudar isso? Eu quero ter uma mulher, divorciar, ter outra, divorciar, ter outra. Ou alguém diz: ah, nem gosto mulher, quero casar com um homem ou dois homens! Outro diz: eu gosto de dois homens e uma mulher. Pode fazer isso? A escolha é sua, você pode fazer o que quiser, mas se você viola o princípio de Deus, está destruindo a sociedade e trazendo problemas para sua própria vida, mas ninguém vai forçá-lo a nada, é a sua escolha. Muitas pessoas veem o farol e querem experimentar, seguem em direção ao farol querendo que ele saia do caminho. Tudo bem, você pode fazer isso, é sua escolha, mas vai destruir o navio da sociedade naquelas pedras.

As pessoas acham que a leitura da Bíblia é difícil, então o que fazer para simplificar e entender o que Deus quer dizer através da Palavra?
A Bíblia é extremamente simples. É preciso aprender a como ler a Bíblia. Não saber como ler é um problema. Se você ler uma passagem para uma criança de 5 anos, ela vai conseguir explicar o que entendeu. Agora é preciso um professor de escola dominical para confundi-lo. Por quê? Porque a Bíblia é simples. Jesus disse palavras muito simples: ame ao seu próximo. O que quer dizer? Pergunte para uma criança, ela pode lhe falar. Jesus falou isso na sua época, e um mestre tinha todo tipo de questionamentos: Quem é o meu próximo? Quando devo amar meu próximo? Como devo amar meu próximo? E se ele não me amar também? Uma criança vai dizer que entendeu e que sabe o que significa sem fazer essas perguntas todas. Não cometa adultério. Um professor de Bíblia vai dizer: mas nesse caso é assim, e se o parceiro cometer adultério, e se ela fizer isso, e se ele fizer aquilo, mas se você disser o que é? A maneira de entender a Bíblia é ler a Bíblia, e fazer o que ela diz. É muito mais simples do que a maioria das pessoas pensa.

O senhor falou no Café de Comunhão sobre como abençoar os filhos. Como podemos explicar isso, em linhas gerais?
A bênção é um dos principais ensinos das Veredas Antigas. A bênção capacita, dá o poder para alguém prosperar. Quando usamos essa palavra, as pessoas acreditam que estamos falando em dinheiro, mas prosperar significa crescer, alcançar seus sonhos, ir bem, e isso acontece em todas as áreas. Se você abençoa seus filhos, você os capacita a ir bem no casamento, na escola, nos relacionamentos, na carreira, no ministério, na vida física, e claro, nas finanças também, em todas as áreas. Mas o que é bênção? É o oposto da maldição. A bênção vem de Deus, e a maldição, do diabo. Eu tenho uma definição muito simples. A bênção é transmitir para o coração de uma pessoa o que Deus diz a respeito dela, enquanto a maldição é transmitir o que o diabo diz a respeito delas. Para abençoar meus filhos, eu tenho que transmitir a mensagem de Deus. E qual é a mensagem de Deus? Duas coisas muito simples: eu te amo e você é extremamente valioso. E qual é a mensagem do diabo? O que é amaldiçoar? Transmitir duas outras mensagens. Ninguém te ama, eu não te amo e você não tem valor. Enquanto pais, podemos transmitir qualquer uma dessas mensagens quando os filhos falham, vão mal na escola, desobedecem. Eu posso passar a mensagem de Satanás: Por que você foi mal na escola? Por que você desobedeceu? Eu não te amo. Você não tem valor. Ou você tem que transmitir a mensagem de Deus: apesar de você ter pecado, ou desobedecido, ou falhado, eu ainda te amo, nada mudou, você ainda é meu filho, é extremamente valioso, mas há uma consequência para a sua escolha. Os pais precisam disciplinar com a bênção e com honra, em vez de disciplinar tirando o valor e desonrando seu filho.

É possível abençoar ou mudar a vida de um filho rebelde?
A mesma pergunta faríamos a respeito de Deus. Ele abençoa uma pessoa que é rebelde contra Ele? Sim, foi por isso que Jesus veio. Por quem Jesus veio? Pelos que não pecam, pelos perfeitos? Claro que não! Ele veio pelos rebeldes, pelos que desobedecem, pelos pecadores. Nós! Foi por nós que Ele veio. Como Deus pode nos abençoar quando somos rebeldes? Deus faz algo que a maioria dos pais não sabe fazer, Ele sempre separa identidade de comportamento, Ele abençoa a identidade e corrige o comportamento. Os pais precisam aprender isso. Como faz isso? É preciso planejar a disciplina de forma que você possa abençoar a criança, ao mesmo tempo que corrige seu comportamento. Há dois tipos de governo. O sistema de Satanás são controle, força, gritos, arrancando o valor, apontando se você não fizer, se você não obedecer. O sistema divino é o oposto. Deus oferece duas opções: escolhas e consequências. Vamos dar um exemplo. Você já tentou fazer seu filho comer beterraba? As crianças não gostam. Como faz um filho de 5 anos comer beterraba? Os pais tentam manipular. “Olha, querida, beterraba gostoso! Olha, o papai vai comer!! Que delícia! Agora você”. A filha diz: “Não!” Aí o pai fala: “A colher é uma aviãozinho, abre o hangar!”. A filha diz: “Não vou comer isso!” Aí a maioria dos pais não sabe o que fazer e vai para o sistema de Satanás. Começa a erguer a voz, a entonação, a raiva começa a vir à tona. E diz: “Menina, come essa beterraba!”. Ela diz: “Não!”. Aí o que faz? O pai não sabe o que fazer, fica com raiva e usa a força: “Você vai comer na marra!”. Ou ele desiste, porque não sabe o que fazer. Esse é o sistema de Satanás. O homem pode usar o sistema de Deus da seguinte maneira. Ele chega vestido como um garçom e fala: “Boa noite, mocinha! Meu nome é papai e vou ser seu garçom esta noite. E para o seu prazer e alegria de jantar, nós temos uma seleção de beterraba com televisão mais tarde ou não come beterraba e não assiste a TV. Qual a sua escolha?” Ela diz: “Não vou comer beterraba, mas eu quero ver TV.” Ele diz: “Sinto muito, querida, mas não temos essa opção hoje à noite. Nós só temos beterraba com TV ou sem beterraba sem TV.” Ela diz: “Não vou comer beterraba!” Ele diz: “Ok, muito bem. Então não precisa comer.” Ninguém ficou com raiva, ninguém gritou, foi um jantar muito tranquilo. Então terminou o jantar, ela foi para a sala e começou a tentar ligar a TV. E ela chamou: “Papai, a TV não funciona”. Ele chega segurando o cabo e explica: “Você fez uma escolha, sem beterraba, sem TV.”  Ela começa chorar: “Papai, hoje é meu programa favorito.” Ele diz: “Oh, querida, sinto muito, eu te amo tanto, mas se você lembrar, eu sugeri a opção A, beterraba com televisão, mas você escolheu a opção B, sem beterraba sem televisão. Então, foi a sua escolha, não fui eu que escolhi. Hoje à noite não vamos ver televisão.” Ela chorou muito, e ele disse: “Eu te amo, você é minha princesa, você é especial.” O que ele está fazendo? Ele está abençoando, ele está derramando amor sobre ela, pondo valor sobre ela, mas ele está aplicando a consequência.  Esse é o método divino. Ela chora, ele a ama e diz: “Seu valor não muda se você comer beterraba ou não comer beterraba. Você é minha filha, eu te amo, você tem um lindo destino, você é valiosa, mas há uma consequência, esta noite não vai ter TV.” Agora, quantas vezes você acha que o pai precisou tirar o cabo da televisão? Só uma vez. Na semana seguinte, ele vem de novo como garçom e faz a mesma pergunta. Ela pensa um pouquinho e diz: “Ok, vou comer beterraba.” Ela comeu e nunca mais teve o problema de novo. Essa é a maneira que Deus faz. Na hora do problema, ele a abençoou e apenas aplicou a consequência.

Essa é a maneira que Deus faz conosco?
Sim, é assim que Deus nos trata e fala isso para cada um de nós: “Você foi separado para mim, mas foi separado de mim por conta do pecado. Essa é uma separação eterna. Má notícia, você vai perecer no inferno para sempre, separado de mim por causa do seu egoísmo. Essa é uma notícia horrível, me faz ficar triste, mas tenho uma boa notícia, Jesus veio e morreu para pagar seus pecados.” E coloca as opções. “Você tem escolha. Opção A: receba Jesus como pagamento pelos seus pecados e você será perdoado, e a consequência é viver comigo para sempre no céu. Opção B: rejeite o pagamento que Jesus lhe deu, pague você mesmo, e a consequência será você estar separado para sempre e vai perecer no inferno.” É a sua escolha! E como Deus trata quem rejeita Jesus? Ele as amaldiçoa, Ele tira o valor delas, Ele grita com elas, Ele fica bravo com elas? Não, Ele chora por elas. Ele as ama, quer perdoá-las e diz que as amas e insiste que aceitem Jesus como Salvador. Eles rejeitam, Ele continua a chorar por elas, mas Ele as abençoa, nunca tira o valor que elas têm. Os pais precisam aprender esse sistema.

Sou eu um pai, uma esposa, tenho meu casamento, mas abandonei as veredas antigas, estou com meus filhos com problemas. O que tenho que fazer?
A sugestão mais importante é aprender a receber a bênção, porque, se nunca recebeu a bênção dos seus pais, é quase impossível passar a bênção para seus filhos. Sugiro que participe do seminário Veredas Antigas para passar pela experiência de ser abençoado por Deus, algo que você não recebeu dos seus pais. Uma vez que recebe essa bênção, terá capacidade de transmitir para seus filhos. Depois disso, vá até seus filhos e se arrependa. Peça que o perdoem pela maneira como você os tratou, porque você os corrigiu quando era necessário, mas fez da maneira errada, talvez retirando seu valor ou o ferindo. A resposta deles foi se rebelar contra você. Quando você se arrepende, recebe a sua bênção e pode transmitir para seu filho. Isso muda o coração dos filhos. Já ouvimos muitas histórias de pais que foram ao Veredas Antigas, receberam a bênção, entenderam o princípio, pediram perdão pelas maldições que lançaram sobre os seus filhos, por terem transmitido a mensagem de Satanás sem conhecimento, e aí começaram a abençoar e mudaram totalmente os corações dos seus filhos, e eles se arrependeram, pediram perdão e mudaram completamente a família. Esse é o poder de Deus, Ele pode mudar qualquer família e começa com os pais. Normalmente os pais culpam seus filhos dizendo que eles são rebeldes, mas não percebem que talvez eles os feriram por não terem separado identidade de comportamento. Mas quando você os abençoa, haverá uma nova conexão emocional e espiritual com os filhos. Já vimos isso inúmeras vezes no Veredas Antigas. Não existe situação para a qual não haja esperança. Muitos dizem que não sei qual a situação com o filho ou no casamento, mas a gente vê Deus mudando a vida das pessoas o tempo todo. A bênção muda tudo, essa é uma vereda antiga muito poderosa que todos nós precisamos aprender. Convido as pessoas a participarem dos seminários Veredas Antigas, temos equipes treinadas para conduzir esse processo por todo o Brasil, em todos os finais de semana.