Corajosa, conquistadora e vitoriosa

Foto: Arquivo pessoal

É o que prega a missionária angolana Ruth Catala. Vinda de um país cheio de luta ela mudou o rumo de sua vida: “decidi ser a protagonista da minha história e não a vítima”

Mãe, mulher, misisonária, pastora, Pedagoga, Youtuber e formadora de opinião ou Influencer. Isso tudo numa pessoa só. Ruth Catala, 27 anos, angolana, mas residente no Brasil há muitos anos. É pastora na Igreja Batista Nova Jerusalém, em Curitiba (PR), apaixonada por Deus, família e o serviço do reino.

“Ser uma Mulher dedicada e que se coloca a disposição de Deus é saber primeiro a minha identidade (filha de Deus), o meu propósito (manifestar sua glória) e o meu destino (o céu)”, disse.

Vinda de uma infância de luta, em um país cheio de desafios e tristezas, Ruth Catala tinha tudo para desistir de Deus. Seu testemunho forte de vida (veja vídeo abaixo) inspira mulheres de todo o mundo por onde passa e leva uma mensagem de empoderamento.

Autora de dois livros de muito sucesso no país, sendo um deles “Mulher S”, em busca de sucesso, que tem ideias claras sobre o que a classe feminina deveria realmente buscar para se realizar. E para que sejam plenas e capacitadas para ser o que Deus planejou para cada uma delas.

Em entrevista à Comunhão, a escritora falou abertamente sobre sua vida, seus livros, a busca pela propagação do Evangelho e o fato de trabalhar para que as mulheres sejam “corajosas, conquistadoras e vitoriosas”. Confira!

Você é autora de um livro de sucesso no Brasil, o “Mulher S”, em busca de sucesso.

Na verdade o ” Mulher S ” é o meu segundo Livro, tenho o Primeiro que é Crônicas de Ruth, Reconhecendo a Fidelidade de Deus em meio a crise que conta detalhadamente a minha história.

O Livro Mulher S fala de uma Mulher empoderada em Deus, que decide se curar dos seus traumas, que sepulta o passado e vai além dos seus limites conseguindo desta forma realizar seus sonhos.

Fala do Sucesso que toda mulher deveria realmente buscar para se realizar.

Como uma mulher cristã pode usar o “empoderamento” para ser bem sucedida?

Eu acredito que não existe poder nenhum em nós que não seja aquele que nos é dado por Deus. Para mim, uma Mulher empoderada em Deus, é aquela que é revestida pelos frutos do Espírito Santo, que são: Amor, alegria, bondade, benignidade, domínio próprio e os usa para servir e abençoar os outros começando dentro da sua família e estendendo para todos ao seu redor.

3 – Mãe, mulher, missionária, pastora, escritora. Entre tantas atividades que exerce, o que é ser uma mulher dedicada e que se coloca à disposição de Deus para a obra do evangelho?

Foto: Arquivo pessoal

Só pela graça de Deus tudo isso é possível (risos). Ainda tem a Pedagoga, a Youtuber a formadora de opinião ou Influencer, enfim… Mas, ser uma Mulher dedicada e que se coloca a disposição de Deus é saber primeiro a minha identidade (filha de Deus), o meu propósito (manifestar sua glória) e o meu destino (o céu).

Essas três coisas me tornam realizada e me dão a liberdade de dizer sim ao chamado. Então, dentro de tudo que eu tenho para fazer dois lugares ao que é importante, depois o que é urgente e então cuido do necessário. Organizo muito bem a minha agenda, sei dizer não sem remorsos principalmente quando não é algo tão essencial, e tiro a quarta feira como o dia sabático para restaurar minhas forças, descansar, embelezar, ir ao shopping e preparar-me para os grandes vôos do dia seguinte.

A Bíblia fala em mulher “submissa”, mas a sociedade mudou muito essa visão. Como é exercer esse papel nos dias de hoje de acordo com a Bíblia?

Primeiro é preciso conhecer o significado da palavra para não interpreta-la de forma distorcida. Deus fez o homem e a a Mulher e ambos são iguais mais diferentes. A Liderança está com o homem, já a administração está com a Mulher. Ser submissa não significa ser capacho, mas significa andar lado a lado cumprindo o propósito de Deus para ambos. Entender isso é muito fácil e quanto mais a mulher se submete, mais o homem a ama e confia nela até seu próprio coração rs. A Bíblia diz em Gênesis 1. 27 que Deus criou homem e mulher, nenhum é mais importante do o outro perante o Senhor, ambos são iguais, e têm o mesmo valor. E já lá em Gênesis 2.18 Deus diz: Não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea. Esse mesmo versículo na Nova Tradução na Linguagem de Hoje é muito mais clara, diz que: (…) Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a outra metade. Então você percebe que Deus pensou na Mulher como o auxílio que só o próprio Deus poderia dar, já que a palavra hebraica equivalente à “auxílio” é “Ezer” que é a mesma aplicada para Deus no Salmo 46. Então, ser submissa hoje é o mesmo que sempre foi, realizar-se na liderança de quem Deus coloca ao seu lado (seja pai, chefe, marido) em obediência ao Senhor e caminhar rumo ao cumprimento da vontade de Deus para ambos.

Você cresceu num lar cristão, vendo os pais defendendo a vida num contexto de dor e caus, além de passar fome, teve a fé abalada e ainda duvidou de Deus. Conte um pouco a sua história e o que aprendeu com tudo o que viveu?

Eu sempre achei que Deus amava todos os os outros continentes menos o continente africano, o povo negro e principalmente os pobres.

Isso abalou a minha fé e tive sérias dificuldades de acreditar no amor de Deus. Aumentando a tudo isso veio a guerra e as pessoas morrendo, o caos, o sofrimento, só vieram confirmar ainda mais minhas dúvidas.

Mas aos 15 anos me encontrei com Jesus, fui batizada, seu amor me curou de todas as feridas e todas as dúvidas e me coloquei a sua disposição para ser seu canal e resposta em meio ao sofrimento. Aos 16 anos fui consagrada a obra missionária, depois me formei em teologia, alguns anos depois fui consagrada ao pastorado e continuo dizendo sim ao chamado de servir à Cristo enquanto eu viver.

Você tem um canal no Youtube com milhões de seguidores, na qual fala de temas atuais, política, bíblia voltados para o público feminino. Como uma mulher angolana, com uma vida conturbada conseguiu projeção na sociedade?

Tenho quase 50 mil seguidores em meu canal no Youtube, e apesar de todos os desafios que passei eu decidi ser a protagonista da minha história e não a vítima. Creio que esse foi o ponto de partida para atrair a atenção daqueles que caminham comigo. Eu creio que Deus me colocou nesta terra com uma missão, então não posso fingir que não entendi RS, eu só tenho uma vida então decidi vive-la intensamente para a Glória de Deus através de tudo que sou, que tenho e faço.

Nesse dia internacional da mulher, qual a mensagem gostaria de deixar para a classe feminina que sofre e se cala diante da violência e da injustiça?

Neste dia da Mulher tenho um recado curto e profundo. Deus criou a Mulher com um propósito muito especial e quando ela entende isso ela corre atrás do que sabe fazer muito bem e brilha através disso. Então, o meu desejo para todas as mulheres do mundo, é que vocês se tornem grandes potências nas mãos de Deus e se recusem a ser bombas nas mãos de satanás e que saibam que não há limites para aquela que decide voar.

Ruth com a família. Foto: Arquivo pessoal
Testemunho de vida


Leia mais

Menina do Milagre: “eu não acreditava em Deus”
A fé para a cura de problemas emocionais
Com câncer, Anne Graham diz não ter medo da morte

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!