Três países da América do Norte sediarão a Copa do Mundo 2026

Foto: Sergei Karpukhin/Reuters

A candidatura norte-americana foi aceita por conta da promessa de que arrecadará mais de R$15 bilhões, com lucro de R$11 bilhões

Três países da América do Norte sediarão a Copa do Mundo 2026. De acordo com o anúncio da Fifa, a candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México, ganhou a disputa contra o Marrocos, em votação realizada nesta quarta-feira (13), em Moscou, na Rússia. Os Estados Unidos tiveram 134 votos, contra 65 votos do Marrocos.

Esta será a primeira vez que uma edição da Copa do Mundo será realizada em três países simultaneamente. Em vez de 32 países divididos em oito grupos de quatro serão 48 seleções divididas em 16 grupos de três.

Além disso, os jogos serão realizados majoritariamente nos Estados Unidos, ou seja, das 80 partidas, 60 serão no país norte-americano, inclusive a final. O restante será dividido entre Canadá e México, que sediará a competição pela terceira vez.

Segundo o Globo Esporte, a candidatura da América do Norte foi aceita pelo Comitê Executivo da Fifa (hoje rebatizado de Conselho da Fifa), mediante a promessa de arrecadação de R$15 bilhões, com lucro de R$11 bilhões.

A próxima edição da Copa do Mundo, que acontecerá em 2022, será realizada no Catar, localizado no Oriente Médio. Já para 2030, só há uma candidatura oficialmente lançada até o momento. Argentina, Paraguai e Uruguai estão na disputa, mas China e Inglaterra também querem lançar a candidatura. Ainda não há data prevista para a Fifa tomar essa decisão.


Leia mais

Copa do Mundo terá musica gospel na abertura
A Copa dos meus Sonhos
Missões na Copa do Mundo

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!