Examinai-vos a vós mesmos é o conselho bíblico para a vida eterna

As redes sociais têm se tornado um campo de batalha, onde todos lutam para manter suas ideologias, sem examinar-se primeiro.

Conselho bíblico — Em tempos de mídias sociais, das quais se destacam o Facebook, o WhatsApp, o Twitter e o Instagram, o que mais se percebe no cotidiano das interações humanas nestes aplicativos é a diversidade de opinião e o julgamento entre os usuários, passando pelos mais variados temas, desde a criação de filhos à escolha do presidente da República, passando pela fé e religião; este último gerando discussões intermináveis e verdadeiras batalhas posicionais.

A natureza humana possui uma inclinação natural a examinar os outros, principalmente apontando os erros; mas tem enorme dificuldade de entender os seus próprios, deixando de encontra-los em si mesmo.

Há uma passagem na Bíblia Sagrada no evangelho de Mateus 7:1 que diz: “Não julgueis, para que não sejais julgados”. Em outro texto bíblico, quando o apóstolo Paulo está orientando a igreja de Corinto, em I Coríntios 11:28: “Examine-se o homem a si mesmo”.
Observe que a ênfase bíblica está em examinarmos a nós mesmos e não aos outros, ou seja, precisamos aprender a ligar a nossa luz interna primeiro e não o farol, de modo a obedecermos a um princípio que está no livro das Lamentações 3:40: “Esquadrinhemos os nossos caminhos, provemo-los e voltemos para o Senhor”.

O autoexame é o caminho que nos revela a necessidade de aproximarmos de Deus, e não sermos apenas um crente sem essência interna e sem raízes profundas de conhecimento da Palavra.

Cristo ensinou assim: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento” (Mateus 22.37,38). Estou em submissão a este mandamento ou, pelo contrário, estou amando a mim mesmo, ao mundo e às coisas do mundo (1 João 2.15)? Após definir “o grande e primeiro mandamento”, Jesus continuou: “O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22.39).

Eu amo ao Senhor ou não? Sou d’Ele ou não? Sou um verdadeiro crente ou estou me enganando com o pensamento de que sou crente? Creio que são perguntas que devemos fazer diariamente não para os outros, mas direcionadas a cada um de nós.

Se temos dificuldade de examinar a nós mesmos, devemos rogar a Deus que o faça por nós, através da Sua graça: “Examina-me, Senhor, e prova-me; sonda-me o coração e os pensamentos” (Salmos 26.2); e “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos” (Salmos 139.23).

A vivência cristã é o resultado de uma compreensão pessoal profunda de cada um de nós, que deve refletir a natureza de uma vida centralizada na união incompreensível, mas gloriosa, do nosso ser com Cristo Jesus.


Pr. Adilson Neves Teólogo e Sênior da Shekinah

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!