Confrontos marcam os 70 anos de Israel

Foto: AFP

EUA inauguram nesta segunda- feira (14) sua embaixada em Jerusalém.

Pelo menos quarenta e um palestinos morreram e cerca de 500 ficaram feridos em confrontos com soldados israelenses nesta segunda-feira (14) na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel.

Milhares se manifestam em vários pontos da fronteira. O exército de Israel bombardeou 5 alvos do Hamas na Faixa de Gaza. As forças israelenses chegou a advertir a população com panfletos para que não aproximasse da fronteira. Gás lacrimogêneo contra os manifestantes foram jogados para evitar que se aproximassem da cerca.

Um grupo de palestinos conseguiu cortar a cerca de segurança e invadiu o território de Israel. De acordo com a Agência de Notícia Efe, há outros confrontos marcados por grupos palestinos nas cidades de Nablus, Hebron e Belém.

A tensão entre os lados contrários aumentou com a inauguração da Embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.

A inauguração chegou a ser adiada, mas acabou ocorrendo no horário previsto mesmo com a violência. A cerimônia de abertura foi conduzida pelo embaixador americano em Israel, David Friedman. O presidente Donald Trump não esteve presente na cerimônia. Mas gravou uma mensagem em vídeo dizendo que era necessário “admitir o óbvio: a capital de Israel é Jerusalém”. E garantiu que o país está comprometido com a paz na região.

70 anos de Israel

A cerimônia de transferência da embaixada dos EUA em Israel marca o aniversário dos 70 anos da criação do país.

“Setenta anos depois da fundação de Israel, os EUA estão dando o próximo passo em mover a embaixada. Novamente, o país lidera o caminho”, exaltou o embaixador David Friedman. Ele vai comandar a nova missão diplomática.

Benjamin Netanyahu, premier israelense, fez um discurso emocionado. “Que dia comovente para o povo de Israel e o Estado de Israel. Não poderia ter melhores amigos do que os EUA”, declarou.

A inauguração da embaixada dos Estados Unidos e a transferência das embaixadas da Guatemala e do Paraguai para Jerusalém traduzem a confirmação diplomática da cidade histórica como capital de israel.

Com informações da Agência EFE e Globo


Leia mais

Egito abre fronteira com a Faixa de Gaza
Embaixada dos EUA em Jerusalém ganha primeira placa
Judeus comemoram 70 anos do Estado de Israel

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!