Tempestades causam 29 mortes na Itália

Enchente no Centro de Veneza marcou 156 centímetros de altura. Foto: Reprodução/GettyImages

O país registra vários pontos de alagamentos, desmoronamentos e queda de árvores. Voos foram cancelados em todo o país, e há vários aeroportos fechados. As aulas também foram suspensas.

Há mais de uma semana, diversas regiões na Itália têm sido castigadas por tempestades que causaram destruição em várias cidades e deixou 29 mortos até o momento. As chuvas e ventos fortes vêm golpeando a Itália resultam em milhões de árvores, aldeias e estradas isoladas.

Segundo o primeiro-ministro Giuseppe Conte, uma reunião deverá ser realizada nos próximos dias para decretar estado de emergência nas regiões mais afetadas para que o governo providencie recursos para as intervenções necessárias.

“Os ventos e as chuvas causaram vítimas e severos danos. O balanço já era trágico nos dias anteriores: 17 mortos, famílias evacuada e territórios inteiros destruídos. As chuvas das últimas horas, especialmente na Sicília, aumentaram este balanço trágico: 12 novas mortes e um desaparecido”, publico Conte em seu perfil no Facebook.

O Departamento de Proteção Civil da Itália informou que seis regiões permanecem em alerta laranja pelas chuvas: Vêneto, Friuli-Venezia Giulia e Emilia-Romagna, no norte, e Calábria, Sicília e Sardenha, no Sul.

*Com informações da Agência EFE.

galeria de fotos

Fotos: Reprodução/GettyImages

leia mais

Rio transborda e deixa 11 mortos na Itália
Vídeo mostra momento da queda de viaduto na Itália

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!