“Casamento Blindado 2.0” é a nova obra de Renato e Cristiane Cardoso

Totalmente atualizado, “Casamento Blindado 2.0” conta com um acréscimo de 33% de texto e muito mais do que isso em conteúdo

O livro que transformou o casamento de milhões de casais ganhou um upgrade.

Renato e Cristiane Cardoso, autores de best-sellers como “Namoro Blindado” e “Diário do amor inteligente”, lançados pela editora Thomas Nelson Brasil, se preparam para lançar uma nova edição do livro que alcançou a impressionante marca de mais de 3 milhões de exemplares vendidos: “Casamento Blindado”. Totalmente atualizado, “Casamento Blindado 2.0” conta com um acréscimo de 33% de texto e muito mais do que isso em conteúdo.

O livro traz novas ferramentas para lidar com o estresse e redes sociais, dicas para melhorar a vida sexual e estratégias de blindagem bem fundamentadas, que servem tanto para casais que estão bem e querem evitar problemas quanto para os que estão à beira do divórcio. Além disso, dois novos capítulos ajudarão a lidar com as questões que mais causam conflitos no casamento: dinheiro e filhos.

Lançado em 2012, “Casamento Blindado” entrou na lista de mais vendidos do país já em 2013, quando atingiu a marca de mais de 100 mil cópias vendidas. Os demais livros lançados pelo casal também seguiram o mesmo caminho de sucesso, garantindo a lista de grandes veículos de comunicação.

Sobre os autores

Renato e Cristiane Cardoso casaram-se em 1991 e logo depois foram morar nos Estados Unidos. Numa jornada de vinte anos, viveram em três países e fizeram palestras em mais de trinta, sempre trabalhando no acompanhamento e aconselhamento de casais.

Construíram um ministério sólido, que trouxeram ao voltar para o Brasil em 2011. Além de ministrarem cursos e palestras sobre relacionamento conjugal, são apresentadores do programa The Love School – A Escola do Amor, exibido semanalmente na Rede Record. Renato é educador familiar e matrimonial, certificado pelo National Marriage Centers de Nova York. Cristiane é autora dos best-sellers “A mulher V” e “Melhor do que comprar sapatos”.