Câncer pode estar relacionado ao diabetes tipo 2

Estudos epidemiológicos indicam que pessoas diabéticas são mais propensas a desenvolver alguns tipos de câncer
Estudos epidemiológicos indicam que pessoas diabéticas são mais propensas a desenvolver alguns tipos de câncer

Estudos epidemiológicos recentes indicam que pessoas diabéticas são mais propensas a desenvolver alguns tipos de câncer do que quem não tem a doença.

Segundo o rádio-oncologista Carlos Rebello, do Instituto de Radioterapia Vitória (IRV), o diabetes tipo 2 está relacionado ao maior perigo de tumor de pâncreas, fígado, intestino, endométrio e bexiga, por exemplo.

Em uma das pesquisas, concluiu-se que o risco aumenta em 15% entre os pré-diabéticos. Ou seja, naqueles indivíduos com alta discreta dos níveis de glicose no sangue, porém ainda não suficiente para ser considerada diabetes. Outros fatores associados, como o sobrepeso ou a obesidade, elevam para 22% essa probabilidade.

Carlos Rebello explica que a ligação entre os dois problemas ainda não foi totalmente esclarecida. “Há uma hipótese que aponta para as semelhanças existentes entre os fatores que os causam, como o sedentarismo, o excesso de peso e a má alimentação. Outra grande teoria supõe que o diabetes ocasiona alterações hormonais e moleculares que propiciariam o surgimento do câncer”, informa o médico.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!