Novos Ataques na Síria, Trump diz que vai tomar uma decisão

Ataque na Base militar da Síria. Foto: Facebook

Bombardeios matam 14 soldados do Irã e combatentes aliados. Ataques acirram situação no Oriente Médio.

Inicialmente, uma TV estatal síria afirmou que os EUA seriam os suspeitos de terem feito o ataque. Os bombardeios aconteceram no aeroporto militar sírio de Taifur, na província de Homs.

Os Estados Unidos negaram ter bombardeado a base aérea. “O Departamento de Defesa não está realizando ataques aéreos na Síria”, afirmou o Pentágono em comunicado oficial. “No entanto, seguimos observando de perto a situação e apoiamos os esforços diplomáticos em curso para fazer com que os que usam armas químicas, na Síria e outros lugares, prestem contas.”

Mas o presidente Donald Trump disse hoje (9) em sua página no Twiter que vai tomar uma “decisão importante” nas próximas horas sobre a Síria. “Estamos estudando a situação e falando com líderes militares, e tomaremos alguma decisão importante nas próximas 24 a 48 horas”, afirmou. “Isso é sobre a humanidade. Não se pode permitir que aconteça”, acrescentou.

ONU

O assunto já chegou à ONU. Nove dos 15 membros do Conselho de Segurança convocaram uma reunião de emergência para discutir as denúncias do uso de armas químicas na Síria.

A Rússia também convocou uma reunião do Conselho de Segurança da ONU, mas para discutir “ameaças à paz e a segurança internacional”. Trata-se de um esforço para conter os possíveis ataques dos EUA nos próximos dias.

Enquanto isso, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, classificou as acusações de que o governo sírio tenha realizado o ataque com gás venenoso de “falsas” e disse ser “uma provocação”.

Nos últimos meses Israel realizou bombardeios a alvos dentro da Síria. No mais recente, em fevereiro, a artilharia s´ria conseguiu derrubar um caça F-16 israelense. O alvo era instalações militares do Irã. Na ocasião, Teerã fez graves ameaças a Israel, dizendo que irá transformar em “um inferno” o Estado Judeu casou houvesse um novo ataque. Até o momento, o governo de Israel não comentou sobre o ataque desta madrugada.

Com informações de Times of Israel e agências de notícias


Leia também

Síria – Mais de 350 mil mortes em sete anos
Destruição na Síria – Seria uma profecia bíblica?
Espaço Amigável para crianças na Síria
ONG cristã pede doações para refugiados da Síria

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!