Governo do ES autoriza Bíblias nas bibliotecas das escolas

Foto: Reprodução Web

Projeto prevê que dois exemplares da Bíblia Sagrada sejam integrados às bibliotecas públicas e bibliotecas das escolas estaduais

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo recebeu parecer favorável do Governo do Estado à distribuição de Bíblias nas bibliotecas públicas e em cada acervo das escolas estaduais. A Indicação n° 245/2018, foi proposta pelo deputado Esmael de Almeida. Os exemplares serão arrecadados por meio de doações voluntárias.

Segundo a assessoria do deputado, é importante que os alunos tenham o conhecimento da história bíblica e o desenvolvimento da fé e da crença, principalmente em relação ao amor, perdão, respeito ao próximo e aos princípios familiares.

“A Bíblia transmite valores importantes para a formação do cidadão. Consideramos que a disponibilidade de exemplares da Bíblia nas bibliotecas públicas e nas bibliotecas das escolas, por meio de doações voluntárias, significa liberdade de consciência e de crença de seus cidadãos”, diz a nota.

Pastor Hernandes Dias Lopes

Conferencista e escritor, com mais de 130 livros publicados, o pastor Hernandes Dias Lopes definiu a iniciativa como “absolutamente relevante”. “A Bíblia é o livro mais importante da humanidade e das civilizações. É uma obra de valores absolutos, de valores familiares, que rege questões da família e da sociedade como um todo. Tange as relações com o Governo, com o dinheiro”, explicou.

“A Bíblia aponta o caminho da plena felicidade em Deus. Uma escola pública que não tenha um exemplar da Bíblia em seu acervo, está deixando de ter o livro mais importante da humanidade e das civilizações. Então eu aprovo, aplaudo e incentivo esta ação”, declarou o reverendo.

Doações

O projeto prevê que as Bíblias sejam oriundas de doações por meio de parceria com a Sociedade Bíblia do Brasil e também com igrejas e livrarias voluntárias. Uma campanha será criada para o incentivar as doações com vários pontos de entrega dos livros.

“Os exemplares virem por meio de doações é uma boa forma de se evitar qualquer censura com a verba pública. Tenho certeza que as igrejas terão grande prazer e aceitação em participar desta mobilização”, conclui Pr. Hernandes.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!