Expo Cristã agita a última semana de setembro em SP

Kim-Phuc no lançamento de seu livro pela Mundo Cristão. Foto: Larissa V az

Artistas, consumidores e profissionais do mercado cristão apresentaram ao público o melhor do gospel na Expo cristã.

Por Rafael Ramos

O Centro de Exposições do Anhembi, em São Paulo, abriu suas portas na última semana de setembro para receber a 14ª edição da EC, considerado um dos mais importantes eventos voltados para o público cristão no Brasil e na América Latina.

Música, literatura, cinema, moda e beleza, acessórios, decoração, ONGs, organizações missionárias e itens voltados para as igrejas. Foi o que o público pode conferir durante quatro dias (27 a 30 de setembro).

Passaram pelo palco do “Bem Festival” os cantores Aline Barros, Fernandinho, André Valadão, Damares, Pregador Luo, Daniela Araujo, Davi Sacer, Preto no Branco, Sarah Farias e Ao Cube.

A novidade dessa edição da EC foi a exposição “Experience”, que permitiu aos visitantes conhecer locais descritos na Bíblia de forma interativa como a Arca de Noé e a travessia do Mar Vermelho através de recursos de realidade virtual.

Sony Music

Dentre as empresas presentes mais uma vez foi a Sony Music, que reuniu 64 artistas. Dentre eles estavam: Ao Cubo, Priscilla Alcantara, Aline Barros, Leonardo Gonçalves, Kemuel e Priscilla Alcantara, além de novos talentos como Deyze Oliveira e Sing Out e representantes da música católica.

Todos os artistas tiveram tratamento VIP. Segundo Maurício Soares, diretor A&R da gravadora, a experiência tem sido incrível a cada ano. “A EC é sinônimo de muito trabalho, muita divulgação, muitos relacionamentos e a gente tem conseguido atender a todos e também tivemos vários lançamentos com Lagoinha Worship, Cristina Mel, Leonardo Gonçalves, Brenda e muitos outros”.

Recém-contratado pela Sony Music, o cantor e pastor Wesley Ros foi um dos artistas presentes no primeiro dia. E declarou que a EC carrega em si o sentimento de unidade não só para o consumidor cristão, mas para todo povo de Deus.

Para à Comunhão ele adiantou uma novidade: “Minha música nova pela Sony foi aprovada pelo Ultimate Fighting Championship (UFC) e vai ser tema da Cris Cyborg (lutadora brasileira campeã na categoria dos penas) na luta dela com Amanda Nunes (atual campeã na categoria peso-galo do UFC) que acontece em dezembro e vai falar sobre superação e de quem nos faz vencer nossas batalhas”.

Grávida de sete meses e divulgando o projeto “Como Cantavam Nossos Pais”, a cantora Arianne também marcou presença no primeiro dia da EC. Ela lançou recentemente canções que foram sucesso nos anos 80 e 90 da música gospel com participações de alguns cantores. E vem novidades por aí.

“Esse projeto já estava em meu coração há muito tempo e tem sido gerado desde 2012 e ver todo mundo curtindo me deixa muito feliz de verdade. A gente vai lançar mais tres vídeos que são aquelas canções mais alegres e tenho certeza de que a galera vai ficar bem feliz”, disse Arianne.

Uma das convidadas do projeto “Como Cantavam Nossos Pais”, onde dividiu com Arianne os vocais na música “Primeiro Amor”, a cantora Priscilla Alcantara participou do segundo dia de feira de EC e mostrou sua alegria em participar do evento. Cantora teve a oportunidade de compartilhar as novidades e rever os amigos.

Com quatro singles já lançados pela Sony e produzidos por Johnny Essi – “Tanto Faz”, “Liberdade”, “Inteiro” e “Me Refez” – Priscilla disse que se prepara para lançar o álbum completo para o público. “Eu não escrevi apenas sobre temas religiosos, mas também sobre temas humanos onde vejo a atividade de Deus e que são pertinentes ao ser humano. Não quis me comunicar só com o ‘gueto’, mas poder falar com pessoas porque sei que a igreja precisa ouvir muita coisa que ela ainda não conseguiu falar. O Evangelho é isso”.

Som Livre

A gravadora também marcou presença na feira com seu cast formado por André Valadão, Ton Carfi, Davi e Verônica Sacer e Daniela Araújo, que lançou o single “Sonhadora” e foi bastante aguardada pelo público após o período conturbado que enfrento.

Para Márcio Moreira, que atua como Label Marketing do Gospel dentro da gravadora, a EC traz certa legitimidade ao mercado. “Estamos muito felizes com o resultado desse evento, onde a gravadora conseguiu trazer todos os artistas do cast pela primeira vez. O segmento evangélico precisa de eventos como esse que legitimam a gente como grupo consumidor que sabe vender e que sabe produzir música e hoje a EC é esse pólo que centraliza conteúdos diversos”, declara Márcio.

O cantor André Valadão se apresentou no palco do “Bem Festival” no primeiro dia da EC com canções do projeto “Versões Acústicas 2” e ainda montou um stand onde vendeu seus produtos (CDs, DVDs, roupas e acessórios). Para ele, a EC tem uma grande importância no mercado mundial e permite criar, fortalecer relacionamentos e gerir novos negócios.

“A EC aproxima a gente das pessoas que estão nos acompanhando pelas redes sociais e traz sempre essa novidade para as pessoas”, afirma o cantor, que em outubro lança seu novo single pela Som Livre intitulado “Minha Vida Dou”.

Responsabilidade social 

Representada pela gerente artística Renata Cenízio, a Universal Music Christian Group reuniu seu cast para pocket-shows abertos ao público. Dentre os artistas estavam a banda Preto no Branco, o Ministério de Louvor Renascer Praise, que gravou seu novo álbum no dia 29 de setembro (sábado), no Renascer Arena, e os cantores Jefte Santos, Gabriela Gomes, Eli Soares, Pregador Luo e Jonas Vilar.

Um dos atrativos do stand da gravadora foram os debates promovidos durante os quatro dias da Expo Cristã, que não trouxeram apenas temas referentes à música, mas também focou em questões pertinentes à sociedade como o aborto. De acordo com Renata Cenízio, levantar essas questões em plena feira com a presença de convidados dos mais diversos setores, como lideranças cristãs, artistas e profissionais do mercado, foi uma forma de esclarecer assuntos que muitas vezes não são tratados de forma clara dentro das igrejas.

“Acredito que isso é uma responsabilidade social que todo cristão tem que ter. Muitos assuntos não são debatidos dentro das igrejas, então eu quis trazer assuntos que muitas das vezes trazem dúvidas na cabeça das pessoas para serem debatidos aqui dentro para nossos artistas disserem o que pensam”.

Um dos artistas da Universal Music presente na Expo Cristã, o Pregador Luo dividiu um pouco da sua história de luta contra a depressão. E afirmou que a EC tem um gosto especial.

“Essa volta está sendo fenomenal por saber que eu tenho condições de fazer o que fui chamado para fazer e que eu amo fazer. Estou muito feliz por isso porque minha rotina nesse período de depressão mudou muito. Essa foi a terceira apresentação que fiz esse ano, mas, graças a Deus, estou muito melhor do que há dez meses”, declarou.

Enquanto para o Pregador Luo a Expo tem um sentido de recomeço para outros é uma sensação de novidade como a cantora Nathalia Braga, uma das apostas da Universal Music que, na semana anterior à feira, lançou seu primeiro single intitulado “Verdadeiro Valor”, uma composição do Pr. Lucas. “É uma sensção de gratidão e honra da parte de Deus. Eu acompanhava os cantores e ficava pensando quando ia chegar minha vez e estar aqui hoje é promessa cumprida da parte de Deus”, expressa Nathalia, que foi produzida por Ed Oliver.

Juntamente com Nathalia Braga, a cantora Gabriela Gomes também guarda um sentimento de gratidão a Deus. Ela fez sua estreia na Universal Music na EC em 2017. E, após relançar o álbum “Não Vou Perder a Fé” e lançar os singles “Deus Proverá” e “O Meu Pai é Bom”, anuncia que sua nova música sai em breve.

“É minha primeira feira como artista Universal e a gente tem noção da evolução de um ano através das tantas coisas que Deus fez e só tenho gratidão. Sobre a próxima música, adianto que é coisa do céu, então aumentem suas expectativas porque vou falar de Jesus”.

O cantor Eli Soares, que está em divulgação do “EP Aonde Está Deus?” participou do evento pela quarta vez. “Essa é minha quarta participação na feira e é sempre muito especial porque ela faz parte da minha história. Eu lembro há anos atrás buscando uma oportunidade e voltar aqui hoje valeu muito a pena. Estou felicíssimo com o resultado desse repertório do EP e vamos lançar a segunda parte agora”, adianta.

Confira aqui a galeria de fotos do Evento
“A Casa da música gospel”

Além de se apresentar no stand montado pela Universal Music Christian Group, Eli Soares foi uma das 70 atrações que assumiram o microfone no stand da Deezer montado com um espaço para pocket-shows e interação com o público. Para Lincoln Baena, que é editor de música cristã no Brasil e na América Latina, a plataforma tem se firmado realmente como “a casa da música gospel” e muitas novidades estão por vir como Baena adiantou. “Em março teremos o Deezer Day, que vai se tornar uma premiação real da música gospel e uma valorização da arte cristã. A gente está vindo com o projeto do Deezer Single para artistas medianos e emergentes e o Deezer Next que é o artista que a gente acredita que vai ser a próxima concretização e o próximo será o Isaias Saad”.

Conhecido após lançar uma versão de “Reckless Love”, literalmente chamada como “Ousado Amor”, Isaias Saad está com bastantes expectativas em relação a esse novo projeto. “A equipe da Deezer são queridos e estão conversando comigo para a gente lançar um EP com eles, mas estou pensando numa pegada mais acústica, mais worship e ano que vem vou lançar um dos projetos mais lindos da minha vida”.

Outro artista, e dessa vez um veterano, que marcou presença no palco da Deezer é o cantor e pastor Adhenar de Campos, que completa 44 anos de carreira e dividiu os vocais com Eli Soares e Soraya Moraes no stand da plataforma, que também abriu espaço para vários artistas. “Quando comecei não tinha muitos minitros de louvor e fizemos parte do movimento no seio da igreja evangélica, mas sem imaginar o desdobramento e hoje fazemos parte desse exército de adoradores”.

Literatura e Cinema

Não só de música viveu o público presente à 14ª edição da EC, mas também de cinema e literatura, afinal, os maiores livreiros e editoras do país, autores de best-sellers nacionais e internacionais e o melhor da literatura cristã esteve reunido em um único lugar.

Dentre as editoras presentes estava a Mundo Cristão, em atividade desde 1965 e que trouxe o lançamento de três títulos. “A Menina da Foto – Minhas memórias: Do horror da guerra ao caminho da paz”, autobiografia escrita por Kim Phuc Phan Thi, que ficou mundialmente conhecida após ter seu retrato fugindo da Guerra do Vietnã publicado em vários veículos de comunicação.

Também teve “Azorrague – Os conflitos de Cristo com instituições religiosas”, onde o autor Antônio Carlos Costa analisa as controvérsias de Jesus com a religião; e “Lições da Bíblia para o Sucesso no Trabalho”, que compila 52 lições, uma para cada semana do ano, escrita por Rodney Leandro Betetto e Carlos Eduardo Fernandes.

Já a sétima arte foi representada pela equipe da 360WayUp, produtora responsável pela distribuição de grandes títulos cristãos nos cinemas brasileiros. No dia 27 de setembro, data que coincidiu com a abertura da Expo Cristã, os cinemas estrearam “Sansão”, novo longametragem da Pure Flix (mesma produtora da trilogia “Deus Não Está Morto”) com distribuição da California Filmes em parceria com a 360WayUp.

Segundo Ygor Siqueira, CEO da empresa, a interação do público com a 360 e o interesse pela história do cinema cristão foi algo motivador.

“Foi uma interação maravilhosa e a gente alavancou mais dois projetos de cinema para produção. Então acredito que até aqui foi muito bom, a expectativa é grande e as novidades que vem por aí são duas produções”, destaca Ygor, que adiantou “Entrevista com Deus” como novo desafio para a 360WayUp com estreia marcada para o dia primeiro de novembro (quinta-feira) nos cinemas do país estrelado por Brenton Thwaites e David Strathairn.


Leia mais

Primeira vez da 360 WayUp na Expo Cristã
André Valadão e Davi Sacer na Expo Cristã

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!