Apadrinhamento

Perguntado por anônimo

Não vejo problema em apadrinhar crianças e ser padrinho de casamento em igrejas católicas. Deus não faz acepção de pessoas, conforme está escrito na Lei de Moisés. É uma grande oportunidade que nós, como servos de Deus, temos de mostrar para os outros que o Evangelho não está afastando as pessoas; ao contrário, está agregando. Acredito fielmente no que Jesus falou: que a maldade não é aquilo que entra no homem, a maldade está naquilo que sai. Nós temos a grande oportunidade de abençoar pessoas, de estar ali sendo padrinhos de casamento e, dentro da Palavra de Deus, orientar aquele casal, para que ele possa viver em graça e no amor de Jesus Cristo. Uma grande oportunidade de ser padrinho de uma criança é ensinar o caminho que ela deve andar. Então, não vejo problema, é uma forma de o Evangelho chegar às pessoas. Não falando de igreja, de denominações, mas mostrando a verdadeira face de Jesus: amar todas as pessoas.