Ana Nóbrega apresenta “Não me Deixes Desistir”

Encorajamento é a mensagem central do terceiro CD solo e primeiro DVD da cantora, compositora e pastora Ana Nóbrega, um dos expoentes nomes do gospel contemporâneo. Intitulado “Não Me Deixes Desistir”, o projeto foi gravado ao vivo, no Rio de Janeiro, pela Som Livre, e conta com a participação do ministério Trazendo a Arca.

 No álbum, há versões de clássicos como “Eu Navegarei”, além da música de trabalho, “Oceanos”, e de momentos espontâneos de adoração e ministrações de cura.

Com sua voz grave marcante e um estilo pop rock mais congregacional, esta cearense nascida em Fortaleza incluiu nessa empreitada 14 faixas inéditas que marcam fases de profundas transições: de cidade, casa, ministério e igreja. “O CD/DVD é como uma colação de grau, por assim dizer, pois fecha o ciclo no qual fui parte do Diante do Trono. No DVD, resumo bem tudo o que vivi e aprendi durante esse tempo. Geralmente, quando estamos recomeçando, por mais que tenhamos convicção do chamado de Deus, não sabemos o que vai acontecer. Quando Ele me deu ‘Não Me Deixes Desistir’, não foi difícil perceber que este seria o tema do projeto. É um clamor mundial! Meu desejo foi oferecer à Igreja uma playlist para cantar nos momentos mais difíceis: um sacrifício de louvor ao Senhor”, explica.

Ana tem viajado pelo Brasil e pelo exterior para divulgar seu trabalho e, por onde passa, tem levado a integridade de uma vida íntima com o Pai e a alegria que somente quem conhece Jesus consegue transparecer. “Em cada igreja que vou, ouço os testemunhos de como as canções e a minha vida os têm abençoado. Esse movimento de observar a vida da pessoa, e não somente a obra, é muito interessante. Não basta ter uma voz bonita. Se o artista cristão não demonstrar um caráter aprovado, uma boa conduta, uma ligação com sua comunidade local, apenas a sua obra não o sustentará”, alerta.

O amor por servir
Vinda de uma família de tradição católica, a artista conta que, desde bem pequena, o Senhor lhe deu a graça de ser carismática, extrovertida e falante. Dentro de casa, na vizinhança e na escola, sempre recebia incentivos para desenvolver seus dons, embora ainda não tivesse o entendimento de que tudo era dEle.

Aos 6 anos de idade, já vinha estabelecendo uma relação prazerosa com a música. Até a adolescência, aprendeu a tocar piano e violão e realizou aulas de canto. O encontro pessoal com Cristo ocorreu aos 12, com a visita de um grupo de missionários batistas do Texas (EUA). “Aqueles estrangeiros chamaram a atenção de todos do bairro. Na época, a criançada não saía de perto das construções e adorava ouvi-los falando e cantando em uma língua totalmente desconhecida”, recorda. Desde então, o propósito do Altíssimo vem sendo revelado em sua vida. Em 2007, veio o primeiro trabalho solo, de forma independente, intitulado “Jesus, Me Rendo a Ti”, gravado ao vivo na Igreja Batista Ágape em Fortaleza. Mas o reconhecimento do grande público aconteceu com o ingresso no Diante do Trono, um dos melhores presentes recebidos dos céus, avalia.

Foi na época em que precisou deixar a capital cearense para estudar na escola do Diante do Trono (o CTMDT), em Minas Gerais. A partir do relacionamento com os irmãos no seminário, surgiu o convite para entrar na banda. Sua primeira incursão com o grupo se deu em 2009, no álbum “Tua Visão”. Com o tempo, por imprimir originalidade em suas interpretações, Ana deixou de ser backing vocal para se tornar uma das vocalistas principais. “Meu caráter foi tremendamente trabalhado na escola. Acredito na proposta do CTMDT e indico a todos os que desejam se preparar para o chamado do Senhor. Além de aprender mais sobre música, me tornei uma pessoa melhor, uma líder de louvor mais capacitada. Foram sete anos vividos intensamente e que ficarão para sempre em minha memória”, acrescenta.

O segundo disco, “Nada Temerei”, foi lançado em 2013, pela Som Livre. Canções como “Pra Te adorar”, “Nada Temerei” e “Estou Aqui” ainda estão entre as mais pedidas nas rádios de todo o Brasil. Além disso, ela gravou com outros grandes nomes da música, como Adhemar de Campos, Ludmila Ferber e Trazendo a Arca.

Ana Nóbrega destaca que toda a sua paixão por pessoas, pela carreira e pelo aprendizado para melhor servir trouxe-lhe o entendimento de que Deus a escolheu para conduzir outras vidas. Em maio de 2015, ela e seu esposo foram ordenados pastores e hoje seguem seu chamado na Igreja Apostólica Unidade em Cristo, no Rio de Janeiro. “Sou cantora, mas pastora é o que me define. Amo cuidar de vidas e compartilhar com elas as experiências que recebi nestes anos de ministério”, afirma.

Enquanto os filhos não vêm, o casal tem planejado visitar alguns lugares específicos no mundo, conhecer igrejas e ter contato com visões muito importantes para o ministério deles. Além disso, ela prepara novo CD e live sessions, previstos para ficarem prontos em 2017.

O temperamento não lhe permite uma agenda desenfreada, pois sente a necessidade de passar um tempo em casa, de cuidar da família, servir em sua comunidade local e se preencher com a Palavra. “As coisas da vida que só alcançamos por causa do favor de Deus são as maiores e mais significativas, e precisamos nos dedicar. Muitas vezes, tentamos ser alguém que não somos, apenas para conseguir nos encaixar em algum lugar, mas saiba que Deus o criou exatamente do jeito que você é; para que com os seus dons, talentos e ferramentas que Ele lhe der, você possa viver o Evangelho simples e de amor, cumprindo tudo o que Ele sonhou pra você”, finaliza.

Ouça a matéria:

Assista ao clipe “Não me deixes desistir”

Compartilhe