Trump vai encerrar acordo nuclear entre EUA e Rússia

Novas armas nucleares da Rússia. Foto: Reprodução

Trump, anunciou que vai retirar os EUA do tratado para armas nucleares assinado com a Rússia na época da Guerra Fria. O republicano alegou que Moscou tem violado o acordo nuclear “há anos”.

“A Rússia não respeitou o acordo nuclear. Portanto, iremos encerrá-lo e desenvolver estas armas”, anunciou Donald Trump após participar de evento do seu partido nesse sábado (20), em Elko, Nevada.

“Não iremos deixar que violem o tratado e fabriquem estas armas, sendo que, a nós, isso não é permitido”, completou. “Não sei por que o [ex-] presidente [Barack] Obama não negociou nem se retirou dele”, questionou o líder norte-americano.

Trump se queixa, principalmente, do sistema russo de mísseis 9M729, que supera 500 km de alcance, de acordo com as autoridades americanas.

O anúncio do presidente, segundo reportou a agência EFE, atende a pressão exercida pelo assessor de segurança nacional de Donald Trump, John Bolton, que vinha argumentando que a Rússia o violou o tratado ao desenvolver um novo míssil.

O tratado proíbe justamente o uso de mísseis de 500 km a 5 mil km de alcance. Naquela época, o acordo nuclear permitiu encerrar uma tensão com a Rússia, que colocava mísseis SS-20 apontados para capitais ocidentais.

“UM ERRO”
Foto: Getty Images

O ex-líder soviético Mikhail Gorbachev, cossignatário do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), afirmou neste domingo (21) que o plano do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar o país do acordo é um erro, publicou a agência de notícias Interfax.

“Sob nenhuma circunstância deveríamos rasgar antigos acordos de desarmamento…Eles em Washington realmente não entendem para onde isso pode levar?”, disse Gorbachev segundo a Interfax. “Sair do INF é um erro”, ressaltou.

*Com informações do Portal IG e G1.

leia mais

Trump discursa na ONU sobre guerra comercial
Trump se reúne com líderes evangélicos nos EUA

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!