A arte de agradecer

Nancy Dusilek

Pedir é uma atitude que não é preciso alguém nos ensinar. Mas agradecer… Precisamos de muitas e muitas aulas em família sobre esse assunto.

O salmista diz “Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito? (116.12) Agradecer é uma arte, uma habilidade que temos em reconhecer as coisas que nos acontecem e que outros nos proporcionam. Fazemos isso de forma consciente e racional. Desde criança ensinamos e ouvimos “agradeça ao papai ou à mamãe”. Ou, diga, “obrigado”.

A palavra “agradecer” tem o seu radical “grado” do latim, gratus, a, um acrescido do prefixo “a” e do sufixo “ecer” significa manifestar gratidão, retribuir, recompensar. Na realidade, ser grato não é ocasional, fazemos isso uma vez ou outra, mas uma conduta cristã permanente, um estilo de vida.

Três afirmações importantes nos levam a desenvolver a arte de agradecer. A primeira é que temos um Deus presente e não estamos sozinhos. Para falar com Deus e colocar nossas preocupações e alegrias não precisamos marcar agenda e aguardar até o dia e hora que Ele pode nos atender. Ele está atento a nós 24 horas por dia, sete dias na semana e 365 dias no ano. “Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus…”(Heb12.15) A Graça que é de graça. Um coração grato não dá espaços para sentimentos negativos. Sabemos que tudo tem preço na vida, mas precisamos aprender no dia a dia transformar a desgraça em Graça ou tirando Graça da desgraça.

É uma questão de atitude. Como mulher, tenho inúmeras razões para dar graças a Deus. Sempre agradeço a Deus por ter nascido mulher e Ele me compreende do jeito que eu sou e me entende pois Ele me fez. Não dependo de ninguém para chegar a Ele a não ser a cruz de Cristo. Lembre-se que Eva conheceu Deus antes de conhecer o marido. Somos livres para chegar a Ele. Isso é Graça e precisamos agradecer sempre.

A segunda afirmação é Deus nos ama como mulher e cuida de nós apesar dos vários temperamentos, umas mais dóceis, outras mais agitadas. Quando cantamos “Investe em mim, Senhor” estamos dizendo que os rendimentos de Deus nessa aplicação serão muito bons. Deus investe nos dando talentos e habilidades, mas como temos administrado os bens que Ele coloca em nossas vidas para que Ele seja glorificado? A nossa fidelidade a Ele é condição sem discussão.

A terceira afirmação importante para sempre termos um coração agradecido é entender que o nosso Deus nos ajuda a crescer e amadurecer como pessoa. A caminhada com Deus é sempre de crescimento pessoal.

Nela vamos enfrentar momentos de muita alegria e vitórias, mas também, vamos passar por duros vales e desertos, em situações que podem nos levar ao desespero, mas se confiadas em Deus e tendo a certeza de sua presença e encorajamento, seguimos em frente. Sofrimentos e perdas são inerentes ao ser humano. O fato de sermos fiéis a Deus não nos isenta de enfrentá-los, mas temos a certeza de que Ele não nos deixa um só momento. Na escola aprendemos a matéria ou as lições e depois fazemos as provas. Na vida, primeiro temos as provas e as lições são aprendidas com elas. Incrível, mas alentador. Que Deus nos dê sabedoria para aprender com cada uma delas e a ter um coração agradecido por tudo.

Concluindo, com a palavra gratidão posso fazer um pacto comigo mesma e com Deus.

G – garanto ao Senhor que me manterei firme até o fim
R – reconheço minhas limitações e buscarei sempre melhorar
A – aprendo a cada dia com a Palavra de Deus lendo e praticando
T – ter uma mente pronta a aprender
I – interagir com outras pessoas e ser canal de bênção
D – dar de mim mesma para abençoar outros
A – amparar os necessitados que estão ao meu redor
O – orar sem cessar por mim e por todos que fazem parte de meus relacionamentos.


Nancy Dusilek é escritora e tem vários livros voltados para mulheres e para liderança.

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!