Após 500 anos, a igreja precisa de uma nova reforma?

Ed René Kivitz está entre os autores do livro que trata sobre a Reforma Protestante

A publicação da editora Mundo Cristão reúne alguns dos principais pensadores do protestantismo brasileiro em um mosaico de reflexões sobre o movimento evangélico no país.

Para celebrar os 500 anos da Reforma Protestante, a editora Mundo Cristão reuniu reflexões inéditas de 24 dos mais importantes pensadores e escritores do protestantismo brasileiro numa publicação ousada: “Uma Nova Reforma – Após 500 anos, o que ainda precisa mudar?”.

Colaboraram nesta obra: Alderi de Souza Matos, Antônio Carlos Costa, Armando Bispo, Braulia Ribeiro, Ciro Sanchez Zibordi, Durvalina Bezerra, Ed René Kivitz (foto em destaque), Gerson Borges, Isabelle Ludovico, Jay Bauman, Luiz Felipe Pondé, Luiz Sayão, Marcos Almeida, Maurício Zágari, Miguel Uchôa, Nancy Gonçalves Dusilek, Paulo Ayres Mattos, Pedro Lucas Dulci, Ricardo Bitun, Rivanildo Guedes, Russell Shedd, Sérgio Queiroz, Solano Portela e Tito Oscar.

No livro, homens e mulheres, presbiterianos, batistas, pentecostais, anglicanos, metodistas, missionários, acadêmicos, ortodoxos, adeptos da missão integral, calvinistas ou arminianos, todos vindos de heranças religiosas diferentes, revisitam o passado e lançam novas luzes sobre o presente e o futuro da igreja.

A obra aborda questões atuais da vida cristã e traça perspectivas e diagnósticos sobre uma das maiores igrejas do mundo: o movimento protestante/evangélico brasileiro, com todos os seus problemas e com todo o seu potencial.

A diversidade de pensamento faz da obra um mosaico único e rico. Um documento histórico elaborado por homens e mulheres que transpiram esperança e inspiram transformação. Leitura curiosa e instigante para todos que desejam entender melhor a situação da igreja na atualidade e obter insights sobre pontos que merecem correções de rota, discernindo o que está bem e o que precisa de reforma.